Lectio Divina ASCENSÃO DO SENHOR – B

«Foi elevado ao Céu e sentou-se à direita de Deus»

Mc 16, 15-20

Oração inicial:

Nós, viandantes pelas estradas do mundo, suspiramos para revestir aquele vestido de luz que não desaparece que tu mesmo, Senhor Jesus, no teu amor preparaste para nós. Faz que nada se perca de quanto, colocaste como dom nas nossas pobres mãos. Que a força do teu Espírito plasme em nós o homem novo revestido de mansidão e de humildade. Te pedimos que não nos deixes surdos às tuas palavras de vida, porque se não te seguirmos, e não confiarmos na força do teu nome, nenhum outro nos poderá salvar. Que o teu Espírito quebre todos os ídolos que ainda nos dificultam o nosso caminho. Que nada nem ninguém sobre esta terra possa aprisionar o nosso coração! Faz que, dirigindo o olhar para ti e para o teu Reino, ganhemos olhos para ver em toda a parte os prodígios do teu Amor.

Ámen.

Evangelho de S. Marcos (16, 15-20)

Naquele tempo, Jesus apareceu aos Doze e disse-lhes: «Ide pelo mundo inteiro, proclamai o Evangelho a toda a criatura. Quem acreditar e for batizado será salvo; mas, quem não acreditar será condenado. Estes sinais acompanharão aqueles que acreditarem: em meu nome expulsarão demónios, falarão línguas novas, apanharão serpentes com as mãos e, se beberem algum veneno mortal, não sofrerão nenhum mal; hão-de impor as mãos aos doentes e eles ficarão curados.»

Então, o Senhor Jesus, depois de lhes ter falado, foi arrebatado ao Céu e sentou-se à direita de Deus. Eles, partindo, foram pregar por toda a parte; o Senhor cooperava com eles, confirmando a Palavra com os sinais que a acompanhavam.

Mensagem do Evangelho

A Ascensão de Jesus Cristo, celebrada 40 dias depois da Páscoa, é um evento fundamental da fé cristã que marca o regresso de Jesus ao Pai, depois da sua vitória sobre a morte. No texto de Marcos, Jesus depois de ter dado o encargo aos apóstolos de pregar o Evangelho a toda a criatura, sobe ao céu e senta-se à direita de Deus. A Ascensão tem um profundo significado teológico:

  • completa a sua obra de redenção: Jesus, ressuscitado da morte, sobe ao céu para assumir o lugar que lhe toca à direita do Pai, como rei e senhor do universo;
  • inaugura uma nova era: com a ascensão de Jesus começa a era da Igreja, guiada pelo Espírito Santo, que leva para a frente a sua missão de salvação no mundo;
  • abre o caminho para o céu: Jesus, subindo ao céu, abriu a estrada para todos os crentes, que têm a esperança de alcançar a vida eterna;
  • manifesta a sua divindade: a ascensão de Jesus é um sinal evidente da sua natureza divina, que o coloca acima de todo o poder e autoridade.
  • A Ascensão é um evento de grande alegria para os cristãos, que celebram a vitória de Cristo obre a morte e a sua entrada no reino dos céus. É também um momento de esperança, porque nos recorda que em Jesus temos a promessa da vida eterna e que um dia estaremos com ele na glória do Pai. 

Meditação pessoal do Evangelho e Partilha em grupo

  • Que parte do texto te agradou ou te interessou mais? Porquê?
  • A que pessoas aparece Jesus e como reagem?
  • Quais são as pessoas que têm mais dificuldade em acreditar na ressurreição?
  • São Paulo diz: “Com Jesus Deus ressuscitou-nos também a nós e nos fez sentar nos céus “(Ef 2,6). De que modo esta afirmação nos ajuda a compreender melhor o significado da Ascensão?
  • Quais são os sinais da presença de Jesus nas comunidades? O que significa cada sinal?
  • Que sinais hoje convencem mais as pessoas que Jesus está presente no meio de nós?

Partilha as ideias que surgiram após a meditação pessoal

Durante algum tempo posso partilhar com os outros a mensagem que Deus fez chegar ao meu coração, depois de em silêncio ter escutado a sua voz.

Preces partilhadas:

Este momento que antecede o final desta oração, pode ser aproveitado para partilhar as preocupações e aflições. Por isso, durante um espaço de tempo poderemos pedir pelas nossas necessidades.

Terminadas as preces rezamos:

Deixa, ó Senhor, que o nosso coração seja invadido pela grande alegria que sentiram os apóstolos na tua Ascensão. Dá-nos a alegria de quem vê os sinais do Reino que se cumpre, a partir da tua morte e ressurreição. Dá-nos a alegria de quem se sente conduzido pelo teu Espírito e, nas provações sabe que pode contar com a tua presença de consolação e de paz. Dá-nos a alegria dos irmãos que partilham a mesma fé e a mesma esperança e se sentem enviados até aos confins da terra. Dá-nos a alegria dos discípulos que seguem alegres a estrada do seu Mestre mesmo quando sobe pelo monte do Calvário, porque sabem que nada, nem o sofrimento e a morte, os poderão arrancar da sua mão forte e segura. E, Maria, tua Mãe e Mãe nossa, Mãe da Igreja, esteja ao nosso lado enquanto te imploramos a renovação do prodígio do Pentecostes.

Ámen

Partilhe este artigo:

Outras Notícias